Realizada campanha de rastreio da saúde mental em Cacuaco

Luanda – Uma campanha de rastreio de saúde mental foi realizada sábado, na comuna da Funda, município de Cacuaco, Norte de Luanda, sob a égide do Ministério da Saúde.

Em declarações à imprensa a coordenadora do programa, Massoxi Vigário, disse que a actividade consiste na dinamização dos serviços de  saúde e reorganização que decorre em vários ministérios  e a saúde não foge a regra.

Estar em Cacuaco faz parte de um plano de acção de desenvolvimento sanitário e a saúde mental tem o programa para este ano implementar  uma rede a nível do país, apesar de não existir ainda a cobertura nas 18 províncias do país por  dificuldades de recursos humanos e de infraestruturas.

Para luanda informou que quatro municípios registam necessidades de instituições de saúde mental, sendo Cacuaco, Cazenga, Viana e Sambizanga, que não foram escolhidos mas registam grande número de doentes no hospital psiquiátrico.

Pediu que as pessoas acabem  com o estigma, o preconceito em relação a doença mental, pois  desde que diagnosticada precocemente, é possível e facilmente se tratar e o individuo pode ser reintegrado facilmente e ter uma vida normal como qualquer outro.

A partir das comunidades a mentalidade tem que mudar e aceitar as pessoas com os diferentes problemas de saúde, sem estigma, sem preconceito, pois qualquer ser humano, sem excepçao de sexo, raça estrato social ou condição económica, pode ser acometida por uma doença mental.

Para uma boa sade mental deve-se desenvolver hábitos de vida saudável, isto é, auto conhecimento, tolerância, paciência com o outro de forma equilibrada, sem remorsos da falha de um projecto, um bem material, sem se afundar na perda, e sempre bem consigo e com os outros.

ANGOP

voltar ao início do blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

back to top