Vice-governadora aconselha a criação de projectos integrados em Cacuaco

Luanda – A vice-governadora provincial de Luanda para o sector económico e produtivo, Judite Armando Pereira, aconselhou hoje, quinta-feira, no município de Cacuaco, norte de Luanda, as administrações municipais, no sentido de conceberem projectos integrados para o combate à pobreza.

A responsável fez este pronunciamento depois da vista de trabalho que efectuou, ao município de Icolo e Bengo e Cacuaco, onde visitou as escolas 4080, 4029 e a estação de captação e tratamento da água da Kilunda, sede municipal e comunal da Funda, respectivamente.

“No município de Cacuaco podemos constatar que as escolas visitadas e a estação captação de água estão em fase conclusiva”, referiu.

Apesar dos avanços, referiu a responsável, contrariamente daquilo que a administração preconizava, não será possível que os alunos tenham estas salas no segundo semestre, porque só terão o seu termo em meados de Outubro ou Novembro.

Quanto a visita a estação de tratamento de água, Judite Armando Pereira, considerou de mau, porque “nós temos constatado e recomendado que a execução física seja igual a financeira”.

O sistema de água, implantado há anos, foi ampliado para beneficiar a população da Kilunda, em Cacuaco, mas a execução financeira do projecto é superior em relação a física.

Para o efeito, aconselhou a correcção dessas questões e que os projectos sejam integrados, onde todos integrantes e beneficiários recebam as obras com todos apetrechos e não apenas com a chave na mão.

A manutenção preventiva dos projectos, de igual modo, deve constar do programa de combate à fome e à pobreza para evitar a degradação das infraestruturas a custos mais elevados, como o caso do sistema de captação e tratamento de água.

ANGOP

voltar ao início do blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

back to top